16 abril 2015

Entrevista Monalisa Soares - Ewé Cosmética Natural




O Blog, Gata Crespa Cacheada, tem o prazer de apresentar para minhas leitoras e leitores a Ewé Cosmética Natural. Uma marca totalmente inovadora que traz para o universo feminino, produtos de alta qualidade, naturais, orgânicos e artesanais.


Proprietária da Ewé - Monaliza SoaresFarmacêutica Pesquisadora de Plantas Medicinais e AromáticasFormação em Saboaria Cold ProcessAutodidata em Saboaria Hot Process, Sabonete Líquido, Aromaterapia, Perfumaria e Cosmética Natural Artesanal

Leiam abaixo a entrevista com a Monalisa Soares. 

Aline Silva – Monalisa, conte para nós, primeiro obre sua formação acadêmica
Monalisa –  Possuo formação de farmacêutica pela Universidade Federal da Bahia

Aline Silva – Como e quando surgiu a ideia de criar uma marca com produtos feitos por você, naturais e orgânicos?
Monalisa –  Sempre tive interesse em plantas medicinais e tratamentos naturais para a saúde. Com a onda do no poo, comecei a me interessar também por cosméticos naturais para os cabelos. E devido a escassez de produtos adequados para o cabelo afro, eu comecei a desenvolver meus próprios produtos. Primeiro para uso pessoal, depois para venda. Fiz um curso de saboaria natural e comecei a desenvolver sabonetes, óleos corporais, manteigas... depois vieram os perfumes e produtos capilares.

Aline Silva – Porque a escolha por produtos naturais?
Monalisa -  Porque são melhores para a saúde e para o meio ambiente.

Aline Silva – Fale um pouco sobre as matérias primas que você utiliza em seus produtos
Monalisa –  Gosto de utilizar matérias primas que tem a ver com a minha história. As ervas da minha região, por exemplo. Busco também um resgate ancestral, incluindo materias primas comuns no sertão e recôncavo, que é de onde vieram meus pais. Incluo muitos óleos e manteigas amazônicas orgânicas, porque são maravilhosas e porque são coletadas sustentavelmente pelos índios. Mas não me limito a isso, também gosto de trabalhar com materias raros de toda a parte do mundo: resinas, óleos essenciais e absolutos de flores como jasmim, néroli e rosas.

Aline Silva – Por que o nome Ewé? O que significa?
Monalisa- Ewé significa "folha" na língua yorubá. Falada em parte da costa noroeste da áfrica, e com a diáspora, falada também no Brasil, Cuba e sul dos Estados Unidos. A cultura yorubá tem uma importância muito grande na minha vida e não só deu o nome à marca, como influenciou e influencia a criação de vários produtos.




Aline Silva – Quais foram seus maiores desafios no inicia do seu trabalho?
Monalisa –  Conquistar a credibilidade das pessoas, fazê-las acreditar que um produto natural pode trazer muito  mais benefícios que os cosméticos convencionais

Aline Silva – E atualmente?
Monalisa – São muitos, mas para citar dois, eu digo que é concorrer com a indústria formal de cosméticos e trabalhar só, que me faz acumular muitas funções: desde a produção (que é totalmente artesanal), à compra de matéria prima, entregas, responder e-mails, administrar... é bem pesado!

Aline Silva – Seu público alvo é exclusivamente mulheres?
Monalisa –  Não, mas boa parte sim.

Aline Silva – E com relação aos seus produtos para cabelo, eles são especialmente para cabelos crespos? Você também tem produtos que podem ser usados pelas lisas?
Monalisa - Meus produtos são para todos os tipos de cabelo. Eu tenho algumas criticas a essa segmentação do mercado em tantos tipo de cabelo. Experienciei isso na prática, quando o mesmo produto recebe feedbacks positivos tanto por quem tem cabelos crespos quanto por quem tem cabelos lisos ou ondulados. O que diferencia basicamente é a quantidade de produto que se usa a depender do volume. Prefiro separar os produtos e indicá-los classificando-os como secos ou oleosos. tenho visto funcionar melhor assim para meus clientes.



Aline Silva – E como você avalia seus produtos hoje, com relação à receptividade das mulheres? Você percebe que cresceu? Que seus produtos são bem aceitos?
Monalisa –  Meus produtos são sim bem aceitos. recebo muitas críticas positivas e isso me impulsiona a continuar.

Aline Silva – Mona, sabemos que, o mercado ainda hoje é dominado pelos homens, ainda vivemos em um mercado financeiro machista. Você enfrentou ou enfrenta preconceito por ser mulher, negra e empreendedora?
Monalisa - Acho que todas nós enfrentamos. Acaba sendo muito mais trabalhoso vender o nosso produto e convencer as pessoas quando se é uma mulher preta. Mas por outro lado preenchemos uma lacuna que a indústria de cosméticos deixa vaga que inclui cosméticos naturais e para cabelos afro. Tenho um público bastante específico, que são as pessoas que consomem cosméticos naturais e aquelas que buscam tratar o cabelo afro. Mas é difícil convencer o restante que vale a pena conhecer meus produtos.

Aline Silva – Como você, o mercado de mulheres negras empreendedoras atualmente? No futuro, nossas filhas terão um espaço maior e menos cruel para elas?
Monalisa - É um mercado em expansão, isso é inegável. Ainda há muito o que conquistar, mas observamos um crescimento de empreendedoras negras, mas precisamos de apoio de outros segmentos fora do empreendimento. Precisamos que nossos irmãos e irmãs sejam nossos clientes e apoiem nosso negócio de acordo com a possibilidade de cada indivíduo ou grupo.

Aline Silva – Eu, como admiradora do seu trabalho, garra, e produtos que eu uso também, quero dizer o quanto me sinto representada por você, orgulhosa e feliz, por estarmos conquistando nossos espaços, em um país ainda tão excludente. Deixe um recado para nossas leitoras e leitores crespxs.
Monalisa – Primeiro gostaria de dizer uma coisa elementar: amem seus cabelos, amem a textura deles do jeito que ela é. Segundo: fortaleçam sua saúde através do uso de alimentação, cosméticos e medicamentos naturais. A natureza cura, nunca duvidem disso. Terceiro: evitem o consumismo desenfreado. Nós, mulheres pretas, estamos tendo acesso ao mercado consumidor como nuca antes na história do Brasil. E por isso mesmo, temos que tomarmos cuidado para não virarmos alvo fácil nas mãos de um capitalismo cruel que só deseja o nosso dinheiro e não a nossa melhoria. É tentador ter vários cosméticos em um armário, mas devemos nos questionar: precisamos disso tudo? Ultimamente eu me satisfaço com poucos produtos para o meu cabelo e ele nunca esteve tão forte, bonito e brilhante.

Aline Silva – Agradeço, em nome da Gata Crespa Cacheada, Blog, por essa entrevista, por você ser tão meiga e maravilhosa e dizer que estaremos sempre juntas, nos fortalecendo. Muito sucesso para Ewé. 



Entrevista realizada via e-mail, por Aline Silva.
Onde Encontrar a Ewé Cosmética Natural
~~> Page: https://www.facebook.com/ewealquimias?fref=ts
~~> Loja: http://ewe.tanlup.com/
~~> Blog: http://www.ewealquimias.com.br/